Postagens

APRENDENDO

Imagem
Todos os dias após acordar e se preparar para batalha, me pergunto se vale a pena tanto esforço. Há tantos entraves para superar e conseguir existir como microempreendedor, que os inúmeros quilômetros já percorridos no vaivém atrás de licenças, documentos e mais e mais pedidos, lhe deixam num estado de languidez incontrolável. Além disso, o esforço para superar as barreiras e o preconceito com o entregador de bicicleta é abissal! 
Você não é tapeador, não é um embusteiro, contudo, alguns lugares você necessita submeter-se a situações constrangedoras como se fosse visitar um detento de alta periculosidade. Por fim, dias destes atrás havia percorrido mais de 80 km e carecia retornar em outro endereço um tanto distante. Isso para mim não me afeta, pois a paixão pelos pedais de longa distância me moldou e sobrepujar esse momento é alento. Contudo, encontrei alguns garotos entregando água e gás de cozinha. Um deles emparelhou comigo sua cargueira e na subida acelerou. Fui acompanhando-o. Tr…

DUAS RODAS

Imagem
Hoje sucedeu, na Câmara Municipal de Curitiba, Audiência Pública referente à “Segurança de Ciclistas nas Rodovias”. O tema é denso, macro e envolve diversas nuanças da sociedade. Todavia, já estava mais do que na hora de abordar e balizar o primeiro passo e, o vereador Jorge Brandt (o Goura) deu a primeira pedalada para firmar esperanças e mudanças. Vale destacar a presença do Presidente da Federação Paranaense de Ciclismo, Eduardo Pereira, Luiz Iran Guimarães da Federação Paranaense de Triathlon, representantes do DETRAN/PR, PRF e demais entidades preocupadas com as políticas de mobilidade. Também nosso time de primeira: Cícero Brito, Lúcio Lima e Fábio Scuiciatto representando o Clube Audax Curitiba. Após as apresentações de praxe foi aberta ao público a palavra e pude notar a preocupação crescente dos presentes em relação à prática do ciclismo em rodovias. Contudo, além das estatísticas alarmantes informando os acidentes envolvendo ciclistas, ficou bem clara a grande procura da pop…

BRM 400 KM Imbituva/PR

Imagem
Hoje sucedeu o desafio BRM 400 km com saída e chegada ao município da Lapa. O trajeto exposto aos amantes da longa distância percorreu as cidades: Porto Amazonas, Palmeira, Irati, Fernandes Pinheiro, Teixeira Soares, Prudentópolis, Guamiranga e Imbituva. Até então, na minha existência, pensei ou sonhei pedalar por essas bandas. Sempre passei nessas cidades porque era caminho a outras mais distantes e, a noção que temos dentro do carro jamais se compara a bicicleta. Bom, o pessoal que organiza os BRMs da Lapa é famoso na escolha dos caminhos com alto grau de elevação e condições mínimas de apoio (alimentação, hidratação etc). Dessa maneira o ciclista deve ser preciso nas decisões pra não quebrar no caminho. Hoje não foi diferente e, perante a condição optei em levar uma bolsa maior que pode ser adaptada ao guidão. Os primeiros quilômetros foram tranquilos, mas conforme a distância aumentava a cobrança da deliberação foi aplicada severamente e rapidamente e o peso da dita bolsa virou t…

BRM 300 Km Corupá/SC

Imagem
Em 24/02/2018 no Município da Lapa/PR sucedeu a largada do desafio BRM Audax 300 km Lapa. Válido pelo calendário nacional 2018 da Randonneurs Brasil, Organização brasileira que regula e homologa brevets randonneurs mondiaux, os BRMs, vinculado ao Audax Club Parisien, a ACP. O trajeto percorrido pelos amantes do pedal de longa distância abrangeu os municípios: Lapa, Campo do Tenente e Rio Negro no estado do Paraná e, Mafra, Rio Negrinho, São Bento do Sul e Corupá pertencentes ao estado de Santa Catarina. Contudo, participaram do desafio diversos Randonneurs e Super Randonneurs conhecidos no cenário nacional e em destaque a Equipe: Sprint Tour Multiciclo Protork Mundial Prime Team, comandada pelo Capitão Luiz Gonçalves, “ o Ridley”, referência forte na modalidade de longa distância e entusiasta dos primeiros passos para instituir o BRM Audax em Curitiba. 
Nesse time de alto nível, além do nosso capitão, estiveram presentes Anderson de Oliveira de Souza, o “ Ander”, primeiro a fechar o BR…

2,3,4 e 600

Imagem
Sou muito simbolista, isso é certo. Então, hoje ao contemplar cada camiseta dessas com as mãos o tato discorre perene pela mente inquietante. Assim, diante da correria, o ano de 2017 nostalgia a superação perante os atravanques desenfreados. 
Dura lida com certeza, mas o desafio fora lançado e a cada conquista um bem maior ultrapassava o inferno dum assédio incauto acometido por outrem. Será? Enfim, esse é outro assunto a ser tratado no seu devido momento, pois a meta era sobrepujar a ansiedade da alma, alentando o espírito guerreiro com a força das pedaladas. 
Dessa maneira os metros viraram quilômetros e, por sua vez, os quilômetros tornaram-se uma benção tão grandiosa, que a longa distância equivalia a um passeio pelo jardim encantado do meu quintal. Todavia, o tempo escasso dimensionava o meu ritmo. A dor animava o desânimo e, o calor ou frio, chuva também, acompanhavam rentes ao pé do ouvido assoviando canções infaustas. Ali, a abalone formada pelo ciclista persistente conectado em…

PEDIR

Imagem
Hoje não te reconheço como ontem. Me pedes algo além do meu alcance e, boa sorte daqui por diante. JRA ( o poeta da verdade).

Prezado blog. Sei que há tempos pede e suplica a minha presença. Assim, hoje te visito para suprir o teu pedido, nobre amigo. Vamos, lá! Talvez o verbo mais conjugado desde sempre é o “pedir”. Deixemos o advérbio de lado e que seja empregado a afirmação de que realmente pedir é ação imediata. Bom, a todo momento dificuldades seguem em nosso dia a dia. Então, a mente ativa o pedido de socorro a energia invisível dentro da fé de cada um. O interessante que o pedido em questão ocorre somente na derradeira sentença da dor extrema. Mas, (risos) deixemos de lado a enfermidade e tratemos do interior mais sombrio da alma humana quando o assunto é dinheiro.
– Você pode me ajudar? A outra parte verbaliza inocentemente. – De que maneira meu camarada? Sem esperar lá vem o golpe certeiro ao ouvinte sempre presente até ali. Você me empresta dinheiro, meu amigo?

Daqui por dian…

MIMOSA SAUDOSA

Imagem
Fiz algumas mudanças e então resolvi trazer até o topo novamente este texto mui relevante... -->O vento derruba, renova os ares e determina o sopro vital para cada ser, denominado na sapiência do homem moderno. A chuva arrasta, purifica e supre a sede de existência. De mãos dadas o vento e a chuva chegam. Ontem soprou forte nas paragens do sul e ao chegar da lida no ambiente da dor – mesmo ante a noticia recebida via telefone – os olhos não queriam aceitar a queda do arvoredo ilustre, que presenteou os moradores do terreno com seus frutos durante anos. Por diversas regiões o nome surge para apelidar a planta, mas é peculiar daqui chamá-la de “Mimosa”. Foi ensinado de berço e assim seguiu. O tronco calejado pela ação de parasitas dos mais diversos – ainda que diminuta escora trouxesse com força os nutrientes do solo dividido, entre o gramado e o concreto da calçada – determinava o verde para as poucas folhas existentes na copada do ser decrépito. Os anos como sempre se tornam segun…