sábado, 9 de julho de 2011

ANJOS NA UTI

A dificuldade de cada indivíduo, nesta existência, percorre diversas fronteiras para obter superação. Porém, gostaria de destacar esse texto em especial, por retratar um momento de extrema concentração, onde inúmeras pessoas, inclusive eu e esposa, presenciavam o drama que é um ambiente de UTI neonatal. Onde, lutar para sobreviver diante da prematuridade da concepção, transmite o quão é relevante o indicativo ‘superação’. Portanto, segue em forma de oração esse texto que ofertei e até mesmo dedico a todos que porventura possam estar nesta situação e as forças fogem , escondem-se e escasseiam para repassar ao fruto desejado que se chama “filho(a)”...


É tempo do mensageiro de luz propagar o encanto, em cada coração aqui presente, neste momento, pois cada ser que rodeia este pequenino anjo está voltado a espalhar toda a energia da recuperação, da benevolência e da benquerença para ofertar alento de ternura e carinho ao inocente concebido através de laços enamorados. Portanto, cada ser que chega a este mundo veio alegrar, confortar e unir este laço forte, e de maneira alguma deixe a tristeza e o desalento predominar, mesmo observando por meio da visão, o que se passa. É no íntimo de cada um que está à verdadeira visão! Aquela que é sentida, desejada e protege o ledo fruto que esteve no ventre materno de passagem.

Hoje, a peleja é outra! E, transcorrer esta nova dimensão somente é possível perante o auxílio do guia, tanto materno como paterno, desejando mais do que nunca a vitória arrebatadora sobre esta efêmera provação. Por isso pai, mãe, avô e avó ao adentrar neste recinto, apaguem toda a dúvida que persiste, e também, os pensamentos que geram tormentosas alusões sobre aquilo que não deveria ter feito ou evitado! Uma vez que este lesivo fardo, arquitetado em pensamento, não irá resultar em nada para auxiliar o delicado momento que carece de amor, afeição e compreensão.

É sabido e mais ainda sentido, a difícil trajetória dos passos nos corredores desta instituição! Seja pela rampa ou pela escada, o tempo se torna eternidade e os poucos minutos são desgastantes para todos. Todavia, lembre sempre que, o tempo pára nesta ocasião e tudo aquilo que acontecera antes disso e aborrece, perturba e irrita, deve ficar longe do coração neste instante, pois ao adentrar no ambiente onde está sua cria é necessário resiliência para serenar os ânimos! Uma vez que a sensibilidade do anjo dentro da incubadora é constante, e se tu estás agitado, nervoso e aborrecido, se recomponha porque sua visita é mui esperada e toda a atenção agora está voltada “ao seu filho (a)”...

Então, antes de entrar, abrace com toda a força sua companheira, e ao contemplar o encontro e o entusiasmo da tríade (pai, mãe e recém-nascido) despeje todo o sentimento para fora porque é tempo de esperançar...

“É chegado o tempo de confortar! Hoje, talvez a aflição não permita isto ao coração, porém, as circunstâncias são sempre passageiras na vida do homem e transmutam de lugar constantemente. Contudo, a luz que se aproxima é bem-vinda sempre, e de maneira alguma crie barreiras para impedir sua propagação e intensidade, pois está claridade se chama “DEUS”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.