terça-feira, 5 de outubro de 2010

NO MAN'S LAND versus no mean city


Terra de ninguém
Cão sombrio caminha.

Dilacera a carne em instantes
Marcada para perecer...

Amaldiçoado seja
O delator do grupo!

Sentirá a lâmina da inquisição
Criar sulcos na tez lentamente
Enquanto brada por socorro.

Nestas bandas aprende-se:
Ver e ser cego,
Ouvir e ser surdo,
Calar-se!
E não vozear aos quatro ventos...

Hoje, a sentença capital
Do príncipe cauto em governar
Sobressai fielmente.

Lá!

Soldo sagaz labuta
Leis severas persistem
Verdugos não hesitam.

Enquanto aqui,
Vivemos dispersos
Numa cidade sem sentido.

JRA (o poeta da verdade).

Boa parte do ciclo de amizades sabe que trabalho em pronto-socorro. Já faz um bom tempo que presencio a ação do homem sobre o homem, observando os mais inusitados meios de violência contra outrem. Porém, hoje algo me deixo muito espantado. Tratava-se de um "x-9" na gíria, ou seja, o dedo-duro, o delator , o alcaguete. Enfim, não é benquisto e o fenecimento é barbaria e atrocidade "pura".Bom, não vou entrar em detalhes, mas tudo indica que cada vez mais o terror delega a sentença capital a torto e a direito...

2 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    TE SIGO TU BLOG




    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE
    O POETA DA VERDADE

    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  2. Olá "Poeta de verdade"
    adorei seu post, seu texto.
    E postei no meu Blog para que meus amigos leiam

    http://mistykafelina.blogspot.com/2011/06/httpescrevercomemocaoblogspotcom201010n.html

    beijos de Sandara

    ResponderExcluir

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.