quarta-feira, 6 de maio de 2009

ARTISTA SEM PALCO


Eterno artista em busca do palco!
Anfiteatro seleto e indigesto da casta simbolista.
Por vezes bárbaro!
Por vezes raro!
Por vezes inanimado...

O descaso desta era
é apontado pelo desuso ,pelo tempo...

Tempos imemoriais que não voltam!


Pelo menos por diminuta circunstância poderia voltar
Acalantando o artista que dormente na palha seca está
Esperando cantarem novamente sua canção com emoção.

A cotovia do campo não voltou!
Perdeu-se na mudança de estação.
Quem irá delegar o caminho ao artista?

Delineado por conquistas
deteve a renovação da obra de tempos em tempos.
Esqueceu de estar atilado ao momento,pois o palco de hoje aplaude sem conhecimento.

O pássaro não voltará!


E por sorte o que sobrou do artista sem palco,
foram luzes de velas!
A escorrer através da parafina, a lágrima doída do esquecimento...

JRA (o poeta da verdade)


2 comentários:

  1. esquecer, lembrar... tudo é a mesma coisa?
    beijos

    ResponderExcluir
  2. A verdade o que seria do do artista sem o palco e destacando,o que seria se não ouvesse os humildes que reconhecem o seu trabalho.
    Pena que as pessoas não humildes e em sua maioria arrogantes

    ResponderExcluir

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.