quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

PRIMEIROS PASSOS



Num rápido relato a nova meta a ser alcançada PACIÊNCIA e ESPERANCA!Percebo quase sempre a busca incansável das pessoas em soluções rápidas e claras para determinados assuntos, mas logo concluo que não houve a preocupação com a tal da PACIÊNCIA para resolver da maneira certa. São reclames e mais reclames para apressar a fome de impaciência. Já a criança chora sem limites na falta da PACIÊNCIA em busca da necessidade de não poder berrar, gritar ou falar para suprir sua fome, seu medo, sua condição de existir. O adulto todo transformado e viciado em protocolos não chora - preferia que chorasse - berra , grita , xinga , fala demais e pra piorar cria a figura de uma criança ilimitada em obter satisfação própria . Dai surge à pergunta. "A ESPERANÇA SE ENCAIXA AONDE NESTE CIRCUNLÓQUIO? Sem esperança a condição do adulto sempre será mantida como um sujeito insatisfeito. Sem esperança a criança não ira mais chorar para demonstrar que precisa suprir suas necessidades físicas e a mais importante de todas AFETO!

Obs. – rsrs eita madrugada danada sô, pois é uma sessão nostalgia de textos precoces na coleção primeiros passos rsrs... Ambos representam crescimento e mesmo nas entrelinhas foi a maneira encontrada do domínio do ambiente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.