quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

AGONIA



Prisão de quatro paredes
Não deteve a revelia.
Hoje voltei,
Caminhei,
Lembrei
E rapidamente
Senti o vento da liberdade!
O preço foi alto.
Custou tempo,
Custou confiança,
Custou amizade.
Gritei,
Urrei,
Pisoteei.
Mas por fim
A agonia persiste.
Então joguei fora
A liberdade,
A honestidade,
A decência.
E no regresso
A existência mundana
A penitência trouxe
Prisão de quatro paredes.

JRA (o poeta da verdade).


2 comentários:

  1. o que fazer para desagoniar?
    se descobrir, me fale... pq eu quero mto saber!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. (...)profundo...comunga reflexão.
    bjs.Mângela.

    ResponderExcluir

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.