quarta-feira, 5 de novembro de 2008

COMO É DIFÍCIL CAMINHAR



A pouco caminhava descalço pelo gramado do jardim e senti o tapete natural, forte e fresco amaciando meus pés. Como é difícil caminhar. O gramado trouxe o relaxamento, mas não o pensamento. Então me encostei ao muro e observei a rua. Algumas pessoas trafegam de um lado a outro pela rua buscando no fim de tarde retornar ao lar ou a seguir longe dele. Como é difícil caminhar. Virei lentamente e calcei o chinelo. Estranho manifesto passou na sola do pé que a pouco estava desnudo. Olhei para baixo e vi apenas a divisão do gramado e do pé pelo chinelo aconchegante. O sol de primavera também estava presente e aquecendo depois de longos dias de uma estação totalmente adversa. É bom lembrar que se tratando de uma cidade de quatro estações diárias isto não é nada anormal. Como é difícil caminhar. O canário que continua esperando o seu amarelo, não apareceu e isto me preocupa. Seu canto hoje não correu o dia e a tarde a passar. Meu guri com sua bicicleta rodavam na grama e calçada. Percebi que deveria aumentar o trajeto então fomos pela rua a pedalar. Um pequeno trajeto e o retorno rápido, mas o sol ainda estava lento pelo fim de tarde. O calor marcou o dia e a noite chegava vagarosa a mostrar a lua na fase minguante e próximo dela uma estrela a mostrar se. Nos últimos detalhes da mudança de fase parece como um olhar nervoso e a luz desta estrela seguem como uma pinta na face escura do céu deste crepúsculo. Como é difícil caminhar. Uma brincadeira necessária se formava e meu guri agitado pra lá e pra cá pedia minha presença. Chamou o primo e então o ciclo estava formado. Cada um com um pedaço de artefato fez a ilusão de uma pistola e enquanto um contava os demais se escondiam. Como é difícil caminhar. O tempo parou e a brincadeira adentrava na noite que começara. O relógio marcava aproximadamente 21h00min do horário de verão e a brincadeira cessou. As crias quase exaustas ficaram muito contentes e meu guri num repente disse: - Pai obrigado por brincar com a gente! Percebi a importância da atenção e olhei diretamente em seus olhos falando para cumprir as necessidades do corpo pro novo dia. Como é difícil caminhar. Passado o devaneio de um tempo que voltara de momento, senti a necessidade, não para mim, mas sim para eles e mesmo como homem era necessário voltar na ocasião. Enquanto meu guri tomava seu banho para descansar, tirei novamente meu chinelo e fui caminhar no gramado. A rua estava diferente e o tapete natural e forte também. Seria por causa da noite? Ou por causa da fase da lua? Não consegui encontrar uma resposta, mas um frio rapidamente passou na altura da canela e o corpo todo sentiu. Como é difícil caminhar. O cansaço também estava presente no meu corpo e no ultimo olhar para lua a estrela estava encoberta por uma nuvem, mas o vento cessou e o frio do gramado fazia com que o abrigo do lar viesse de encontro a mim. A nuvem se somou a outra e cobriram a lua e a escuridão reinava naquele instante. Calcei o chinelo e desta vez o pé não estranhou e o gelo da grama molhada pelo sereno precoce não eram notados. Desci para casa e entrei a sentar e pensar. “Como é difícil caminhar” e se torna mais difícil quando lembramos por onde nossos pés passaram, mesmo que este gramado continue um tapete natural, forte e frio e a luz que chega e desaparece nem sempre é o caminho certo a seguir, mas demonstra “como é difícil caminhar...



Um comentário:

  1. Difícil e necessário!!!(...)“Como é difícil caminhar” e se torna mais difícil quando lembramos por onde nossos pés passaram, mesmo que este gramado continue um tapete natural, forte e frio e a luz que chega e desaparece nem sempre é o caminho certo a seguir, mas demonstra “como é difícil caminhar... Você conseguiu me prender na leitura e de uma certa forma participei deste sagrado e belo dia....Parabéns meu amigo..um abraço e fiquem com Deus.

    ResponderExcluir

Licença de direitos autorais(leia com atenção). Ao copiar textos, lembre de acrescentar os créditos. Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution License.